Tuesday, 2 March 2010

Na impossibilidade de expressar totalmente o que sinto, abro a boca para calar-me.

O silêncio mostra tudo, comprimo os olhos e amo.