Wednesday, 1 July 2009

quando tua querida imagem
no invólucro que minha alma sela
os pensamentos tardios
se perdem no frio
eu me desfaço em suspiros
ao te olhar pela janela
voa alto, Fênix suprema do amor perene
voa até ele e diga que me espere
enquanto no breu, meu coração treme

No comments: