Friday, 1 May 2009

e eu sinto tua falta, meu atrás do horizonte, meu pedaço faltante. é, éramos um belo parzinho e de  mãos dadas seguíamos pela rua tão perfeitosos, um para o outro daqui até a eternidade. e tudo em nossos coraçõezinhos ficou diminuto. nunca entendemos o adeus e nunca buscamos entender mas a real é que quando eu atravesso a rua, que falta faz a tua mão. pois sabes que não sei atravessar a rua direito, sim, ainda tenho medo. e as borboletas não param de me incomodar. faz parar?

3 comments:

Lili said...

não sei atravessar a rua tb.

Phyhernandes said...

Muito legal...
Curti as borboletas xaropeando!
Voltarei...
Abraços

Phyhernandes said...

Curti o blog!
Muito legal, mesmo!
Aos poucos vou lendo e comentando.
A propósito adorei a imagem das borboletas "xaropeando".
Abração