Friday, 10 April 2009

Corp(oral)

eu vou vender meu corpo
porque um pedaço de amor (falso)
vale mais do que 10 pesos
mas como minha alma pesa!
depois que a cama abandonas
meu ego ferido, esvai-se
minha alma não mais se impressiona
é de minha natureza deitar-me à cama alheia
para sussurrar palavras de paixão
por um minuto ou onze te incendeias
e estilhaças todo um coração
eu vou matar meu corpo
quando tua mão ríspida arranhar
minha pele alva
eu vou burlar a lei
e mais niinguém me salva
pois o discurso é um 
mas a ação é outra
eu vou subjugar
matar, ignorar, inundar,
secar, parar, esquecer
meu corpo
pois nas reentrâncias do meu ser
o que sobra é isso
um corpo. um querer.

1 comment:

Phyhernandes said...

Muito legal o seu blogger.
Passarei mais vezes!