Wednesday, 21 January 2009

São 3 am... ah não, são 8:30...

É, eu nunca estou muito inspirada assim tão cedo. Na realidade eu tô (ins) pirada, como diria o Leandro. Não tenho nenhuma xícara de café por perto. Sou apenas eu, o Rob Thomas cantando aquela versão fodástica de 3 am só no pianinho e o barulho do quebra quebra dos pedreiros arrumando (?) as coisas aqui no Instituto.

Nem era pra estar me atrevendo a escrever qualquer coisa. Não em um momento como esse. Não em mais um momento como esse. Na realidade, o script todo foi seguido à risca. Sempre é. Nada muda, nem eu mesma consigo mudar quando vejo que algo não dá certo. Eu erro e não aprendo.

Não sei se por impulso vital ou por insistência, ou por impulso besta eu sigo fazendo as mesmas coisas por acreditar que é assim que vale a pena.

Eu quero poder continuar olhando no olho e dizendo o que eu tô sentindo. E se isso é absurdo demais, talvez eu seja demais também.

São oito e meia e eu deveria estar sozinha...

3 comments:

L. Kerr said...

Su !

Tu é demais sim! E tens que continuar olhando no olho e dizendo o que sente.. o resto? ah o resto que vá pra p....!

Freak said...

Adoooro teus coments!!!

Mel said...

Pois é, eu tbm... haha!
Gostei dos teus escritos.
Vou te linkar tá?
Beijos!