Monday, 16 April 2007

Blowin´n In The Wind

Eu ia postar apenas pela noite, quando o resto do dia tivesse passado e finalmente minha cabeça estivesse apta a escrever algo interessante, mas não vai rolar. Hoje é dia de episódio inédito de Law & Order- SVU, uma das poucas coisas que gosto de assistir, então não posso perder essas raras oportunidades em que mergulho no mundo televisivo. Quinta é dia de House, dia de post da tarde também.
Ainda estou em período de readaptação no mundo blogueiro...acho que hoje vou deixar algum texto do meu futuro livro pro pessoal ter uma noção do que se trata. O título será "Palavras Soltas, Filosofias e Confusões" dado por meu amigo Leandro que também irá contribuir muito com seus textos nesse projeto.
O que pretendo com esse suposto livro? Acho que é mais pra mim do que pro mundo. A gente que cresce em cidade do interior fica pensando que nunca vai fazer nada de importante na vida, nada que os outros considerem importante. É, porque por mais que a gente diga "não me importo" sempre tem parte que diz "me importo sim". Eita vaidade...
E quero fazer isso ser importante...pelo menos pro meu mundinho mais interior ainda do que Big River.
Aceito críticas construtivas! E não aceito nada além disso, quer dizer, elogios sim! O que eu quis dizer é que abobrinhas não serão toleradas porque a gente lê o que quer, se não quer, não lê. Simples!
Fico por aqui...

TRADUÇÃO
Resolvi me traduzir para outra língua. Inglês, francês, grego. Que seja.
Já não agüento mais os adjetivos fáceis e fúteis do nosso português assassinado. Quero ser um dialeto, conhecida apenas por uma parte das pessoas. E em um caso mais extremo, me criptografar. Mensagem enigmática, sem sentido,venha me desvendar. Me seqüestrarei desse mundo que me faz correr bem mais do que deveria. Não penso em pedir o resgate. Ficarei nesse submundo imaginário que me dá 5 segundos detranqüilidade, um minuto de silêncio e um dia de paz. Paz interna. Aquela paz que me fez perder a pressa de que as coisas emocionantes devem acontecer todos os dias. Colocarei minha emoção em cada coisa que fizer. Menina, mulher, traduzida, seqüestrada, enigmática. Esse é meu dia de sol.

No comments: