Sunday, 27 February 2011

De ato a potência

Não quero mais tudo o que quis ontem. Hoje, me contento na dúvida só para não mudar de ideia amanhã. Como é difícil conter a vontade de cada impulso único que emerge de uma situação particular. E nos leva a pensar como seria se B, como seria se A.

2 comments:

Giliard said...

A prova de que textos não precisam ser enormes para falarem muito.

Paulo Olmedo said...

particular, com b, com a. gostei

(e nada como ser um cliente preferencial :D)