Sunday, 12 December 2010

December cruelty

O onisciente que tem o poder de te fazer pensar todas as tuas falhas e projetar novos sonhos frustrados, que começam a desvanecer no mês que vem. Dentro de uma lógica única, provoca comportamentos estranhos, fala-se muito de caridade; vê-se muita destruição. Que começa no coração dos outros e é transmitido para o nosso.

No passado, não posso mais mexer. Está tudo posto, colocado, mesmo que em forma de cacos de vidro quebrados. Mas meu futuro? O dezembro não toma mais. Nem minha consciência e o pouco de lucidez que me resta para reconhecer que meus acertos estão valendo mais que os erros.

2 comments:

Everton Merlin said...

E não é melhor enlouquecer de vez e ser feliz antes de ser consumido pela sanidade e razão da sociedade que nos amputa?




"Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos."
Luiz Fernando Veríssimo

POBRE MEU BLOG said...

Acho que o jogo é esse mesmo. Beijo.