Sunday, 10 January 2010

sonho, como se não viessem mais decepções
anseio pelo minuto seguinte como se não viessem incertezas
rezo, até para quem não creio
só para aguardar as surpresas do sol que está para acordar.

1 comment:

Everton Merlin said...

Gosto dos teus epílogos (se é que posso chamá-los assim). É como que desenhar em um sketchbook, só que com palavras. me representam pequenos fragmentos de um dia, inquietudes expostas em um pedaço de papel e transcritas para o universo digital.


Até!!