Wednesday, 12 August 2009

e eu te amo bem como as pessoas dizem que o amor é.

angustiante, ânsia no peito, saudade que não cessa. eu tinha até esquecido como era essa coisa toda. mas te amo, infinitamente tanto que não cabe mais aqui dentro.

3 comments:

Silvana Bronze said...

Que bonitinho!!

Paulo Olmedo said...

EMOOOOOOOOOOOO! :P

Ian Lehmann said...

e haverá de transbordar.