Monday, 18 May 2009

...quando eu passo na rua e as pessoas passam por mim...

...eu tenho as feridas do mundo...


...o choro...
(de quem é esquecido, abandonado)


...o grito...
(dos que silenciam, em seus pedaços de panos frios)

...o anseio...
(de quem tem pouco e amanhã terá menos ainda)

...o aperto...
(os grandes esmagam os menores e assim sucessivamente over and over)

...a falta...
(de dinheiro, de esperança, de tudo o que é essencial e superficial)

1 comment:

César said...
This comment has been removed by the author.