Thursday, 16 April 2009

Raio de sol

Ah, tu meu raio lindo de sol
Minha pausa na frase longa
Meu suspiro no final do dia fatídico
Meu espaço imenso, sideral

Teu sorriso antes miúdo
Hoje já tomou forma de adulto
Aos poucos vais indo embora
Do meu lado

Incrível e intenso raio de sol
Que por vezes bradei não entender
Como era imenso o meu sofrer
Só por não conhecer como te conhecer

O meu ombro, quase já alcanças
Já expressas com teu sorriso
A capacidade do teu amor
Meu rei, meu sol, minha criança

ps: poesia escrita para o meu anjinho inspirador, meu RYAN de sol.

7 comments:

Silvana Bronze said...

Antes mesmo de tu te pronunciar, já sabia que ra pra ele.
Inspirador...

Mel said...

AMEI!
Doce, singelo, meigo e profundo.
Tu deve ser uma menina de alma muito sensivel.
Estava meio triste hoje, quando li esse teu poeminha, fiquei feliz, sorrindo.

Leonardo said...

Também vi nas primeiras linhas que era pra ele. Linda poesia.

Zé urbano said...

Lindo seu poema.Este é o verdadeiro amor.abç.

Zé urbano said...

Lindo o seu poema.Este é o verdadeiro amor. ABÇ.

Mr. Rickes said...

Nem precisava ter dito!
Grande Ryan, certamente o home da tua vida.

^^

Juliana said...

Bichinha ;)
Muito bom!