Tuesday, 3 March 2009

O caos

Às vezes eu sinto um vazio e toda poeira começa a se movimentar, formando então o enorme montante de poeira e solidão que se alastra dentro de mim.

Em meio ao caos, ele surgiu. Não sei de onde e nem sei se surgiu de verdade mas simplesmente apareceu. E hoje me pergunto será que ele pensa que minha alma resiste à tantos declínios e olhares pessimistas?

E respondo: resisto sim (existo, sim), porque na real, eu e ele somos iguais.

No comments: