Thursday, 5 March 2009

No inferno dos meus esboços mal escritos
Tu era a única coisa que fazia algum sentido.

2 comments:

César said...

Tudo o que importa é mesmo o sentido!

César said...

O que importa é (o) mesmo (o) sentido.