Sunday, 29 March 2009

E eu vou sentir a tua falta
Quando entrares naquela estradinha de luz
Quando buscar algo que sempre tinhas pra mim
A falta será minha cruz

Por tuas mãos tantas coisas se resolveram
Uma vida, nasceu
Duas vidas, creio eu

E vez por outra eu dancei
Com meus pés em cima dos teus pés
Os nomes dos planetas te ensinei
E sempre quis ser como és

E eu vou sentir a tua falta
E cada noite eu irei chorar
Mas ainda estarás em mim

Quando o mundo for cruel
Perecerei
Quando algo der errado
Irei chorar
E tu, pairarás no céu
E eu, lembrarei.

ps: para o primeiro grande homem da minha vida, que talvez hoje nem tenha noção do quanto sempre foi, ainda é  e sempre vai ser importante pra mim...

4 comments:

César said...

O cara é 10 mesmo! E tu és o orgulho dele!

Mr. Rickes said...

Linda Homenagem!

0/

Gee said...

q lindo *_*

Carlos Flies said...

Não adianta. O dia pode ser o mais divino, a lua uma pérola perfeita, não importa... As mais belas poesia nascem das pessoas mais importantes da nossa vida. Belo poema Freak!