Tuesday, 17 February 2009

Madrugadas Insanas #6 (Para ler ao som de Shine on you crazy diamond)

A noite hoje, não sei por que, resolveu me dizer que não era hora de dormir. Que havia espaço para mais uma xícara de café, havia espaço para mais um seriado na tevê. Restavam cinco minutinhos para apreciar a lua. 

Eu procuro diamantes por debaixo das minhas cobertas e tudo que consigo remexer e levantar até o teto são lembranças mal fixadas na minha memória. Mas foi estranho porque no momento em que eu coloquei a mão debaixo do travesseiro, peguei a tua foto. Um pouco danificada nas pontas... mas o seu recheio... perfeito. Teus olhos azuis reluziam ali ainda. Como sempre reluziram e eu te dizia que estava fazendo careta por causa do reflexo do sol. Que nada! Que sol? Tu eras meu sol, ah isso eras!

E agora procuro diamantes em algodão, pensamentos em caos total. Procuro vida na escuridão.

E quem há de duvidar que depois da tempestade, não passará a chover diamantes lindos  e brilhantes? Eu falo com estrelas. 

3 comments:

Rody Cáceres said...

Bah! não tenho mais o disco...acho que é o "Wish you were here"...me deu saudade do tempo que ouvia Pink Floyd e me sentia o máximo por isso...mesmo assim li e adorei abração.

César said...

Lindo, como sempre!

César said...

A chuva, responsável pelas lágrimas vertidas do céu, passada a escuridão da tempestade, não se esquece de chover, como estrelas cadentes, diamantes lindos e brilhantes, cujo brilho nunca se acaba, a pousar nas nuvens como em flocos de algodão.