Tuesday, 10 February 2009

Espero não sofrer objeções por ter trocado o objeto da observação. Pensando bem, tal objeto segue o mesmo, o adorno é que modificou-se. Para que mudar de adorno tão facilmente? Para que as linhas poéticas sigam surgindo. 

No comments: