Wednesday, 9 May 2007

Why do I keep trying?

Na minha vida, vejo um mundo grande
Grandes amigos, grandes possibilidades, grandes conversas sobre coisas importantes.
Tudo é esplêndido, quase que com um ar de sonho/ilusão.
E não pode ser assim tão incrível, tão cheio de coisas...conversas, abraços, beijos, carinhos, ver, respirar, sentir o tempo todo?
Não...nunca pode. Uma hora a vida parou de me dar as coisas as quais eu ansiava muito. Ou anseava? Eu acho até que é "anseava" porque vem de "anseio"...mas deixando o bom português de lado, afinal o povinho da internet adora fazer isso, excluir as regras do bom português, ninguém vai se importar.
De uns tempos pra cá, tudo parou, tudo travou. Tenho doses de grandes idéias, grandes momentos. E vivo uma experiência horrível de ser uma grande pessoa em um mundo pequeno. Mundo no qual eu mesma me coloquei.
Quando somos pequenos, nossos pais e outras pessoas que vivem conosco fazem de um tudo para sermos humildes, e no fim das contas muitas vezes isso no coloca como tapetes do mundo, não podemos ser muito bons em algumas coisas. Seremos sempre humildes, medianos, pra não ferir os outros. Incrível isso...ainda bem que algumas pessoas não absorvem essa humildade e crescem fazendo o seu lado. E é como tem que ser. Estamos aqui é pra lutar pela sobrevivência, então foda-se! Eu vou em frente, se te incomodo, que pena. Eu não vou mais parar a minha vida por ninguém.
Dessa forma até parece que andei me incomodando com alguém ultimamente, mas não. Aliás eu me estresso todos os dias com a parte menina mimada que habita o meu ser.
E isso nunca é fácil.
Por que eu continuo tentando? Vai ver é porque não tem alternativa 2...

1 comment:

Leonardo said...

Não poderia concordar mais sobre a humildade. Não acho que não devamos "absorver" a humildade, mas absorvê-la na medida certa. É, é complicado.