Sunday, 15 January 2012

Question mark

Quem você é, na companhia de si mesmo?

Não, você não está lendo o blog do Carpinejar. Embora a reflexão fajuta lembre um pouco o escritor gaúcho, isso saiu da minha cabeça mesmo.

Quando fico em casa, tenho um hábito (por anos e anos recriminado, claro) de me trancar no meu mundinho e aqui ficar. Gosto de estar sozinha lendo meus livros, ou "surfando" na Internet, vendo séries ou simplesmente ouvindo música.

A realidade é que, quando estou assim sozinha, não sou a mesma pessoa que sai e se diverte aí com o pessoal. Se sou pessimista em grupo, me coloca isolada no meu quarto e veja o que acontece. Não é questão de mimimi, at all. A questão é que quando você começa a pensar demais nas coisas que te rodeiam, às vezes elas simplesmente parecem não ter lógica alguma. Ou parecem ser um grande mar, fazendo de tudo para te derrubar do barco. E você pensa - talvez nem valha tanto a pena brigar. Enfim, consigo espantar esses pensamentos toscos. Taí, ó, porque eu gosto de aulas.

Enfim, talvez não goste muito de me olhar no espelho da minha própria reflexão acerca da pessoa que sou quando devo me suportar. Por outro lado, acredito que isso seja bom, somehow, talvez seja alguma etapa de self-preservation ou self-qualquercoisa, uma experiência ou uma falta do que fazer imensa.


3 comments:

Paulo Olmedo said...

como é mimimi em inglês, mesmo? :P

mas ficar à parte é uma arte (morra de inveja, Carpinejar!)

F! said...

Me puxei né? Vai dizer... vivo postando coisa legal e ninguém me segue no toíter! =P

Carlos Flies said...

Acabo de vir de outros blogs, no entanto foi aqui que lembrei, de repente, como é bela a palavra.