Saturday, 4 June 2011

Princípios

O amor e a morte se aproximam não apenas por sílabas que se repetem. Assim como sabemos do fim que resulta da morte, temos a esperança que seja para sempre. O amor também é certeza de morte. E ilusão de sempre também.

1 comment:

Ian Lehmann said...

pra mim os dois são ilusões de sempre