Wednesday, 18 March 2009

E é só mais uma noite, uma noite daquelas encostada no canto esquerdo da parede que dá para o lado de lá.
É só mais uma história repetida, um vaso quebrado com todas as flores mortas espalhadas pelo chão. E nem aguentas mais o gosto amargo do vinho doce que passa pela tua garganta. É recorrente, é repetitivo, não dá mais para suportar.

E nada mais entra sorrateiramente pela janela com persianas emperradas. Está tudo parado, tudo meio que rastejante naquela vida, naquela casa. 

E levantas o teu olhar? Sequer te incomodas... E levantas teus punhos já avermelhados para mais um embate? Não? É... caístes. 

No comments: