Saturday, 14 March 2009

Como ousas pensar que cada linha do que escrevo não fora escrita para ti?

Menino, já falei, olha-te no espelho e encontrarás  a fonte da minha inspiração. E se te acanho demais com tal ímpeto de paixão sem razão, só te peço perdão. 

No comments: